Cresci!


É. É hora de crescer. Chegou o tempo em que devo deixar a fantasia de lado e começar a brincar de ser “gente grande”. Toda aquela coisa de menininha e dependente, tudo deve estar mudado em poucos meses. Não deixarei de ser a mesma, jamais. As mesmas brincadeiras e os mesmos risos, porém em menor dimensão.
Agora, pertenço a outro mundo. Não mais aquele mundo adolescente, onde podia fazer qualquer coisa que seria protegida pelos meus responsáveis. Não. Agora, cada um de meus atos será medido e estrategicamente pensado se merecem um castigo maior que ficar trancada no quarto, e pior, sem internet.
O nome do meu novo mundo é “Seja Adulta”. “Seja adulta nas suas escolhas”, “Seja adulta nos seus objetivos”, “Seja adulta nos seus sonhos”. Ou melhor, nem sonhe. Esqueça isso, afinal, é vida real a partir de agora. “Seja menos infantil”.
A partir deste momento, meu rumo é tal. Apenas tenho de me acostumar a andar como eles, comer como eles, agir como eles. Esses... humanos. Humanos adultos. Estou farta deles, e veja o que fizeram comigo?
Acordaram-me e me puseram neste mundo. Mundo tão real que dói, sangra e as lágrimas são incolores e com um gostinho um tanto salgado. Mundo tão real que será difícil sonhar novamente.


5 comentários:

  1. Lindo texto! Continue escrevendo assim que você vai longe...

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito. Você realmente escreve bem e eu até me identifiquei com o texto.
    http://churroseoutrasdrogas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Anne, a Carol escreve muito bem mesmo...

    ResponderExcluir
  4. Ana, eu tbm sempre me identifico com os textos dela (mesmo tendo uma diferença de idade meia grande) e sinto muito do que ela escreve no texto!

    ResponderExcluir
  5. Obrigada pelos comentários lindos, amores. Isso me deixa mais feliz e mais inspirada para escrever (: <3

    Beijos!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...